segunda-feira, 29 de março de 2010

Estante improvisada

Há dias, quando acabei de ler o livro, "O Jardim Encantado" de Sarah Addison Allen, fui arrumá-lo na minha estante de livros, e resolvi dar uma pequena arrumação. Isto à meia-noite e tal. Mais um daqueles ataques de arrumação e organização que me dá muitas vezes. Enfim...
A minha estante já precisa de uma companheira, está a ficar cheia, e já não consigo ter os livros da maneira que gosto. Organizados. Então, para conseguir dar um ar mais arrumadinho à estante, tirei de lá alguns dos que ainda não li, e que quero ler nos próximos tempos.
Foram cinco os livros que levei para a minha estante improvisada, a minha mesa de cabeceira.
Agora, quando acordo e olho para o lado, vejo uma pilha de livros a olhar para mim, a dizerem: Estou à tua espera. Lê-me.
Deste modo, é claro que não vou ter coragem de lhes fazer tal desfeita.
"Do fundo do coração" de Mary Lawson, "A história de Edgar Sawtelle", de David Wroblewski, "Malinche" de Laura Esquivel, "A casa dos espíritos" de Isabel Allende, e "Famílias de todo o mundo", um livro que comprei no IKEA, e que retrata a vida de várias famílias em diversos locais do mundo, através das suas casas, são os livros que escolhi para próximas leituras.
Até lá, vão continuar na estante improvisada, à espera que chegue a sua vez.

2 comentários:

  1. Acredito. Por isso já está na minha estante improvisada. Obrigada pelo comentário ;)

    ResponderEliminar