terça-feira, 10 de junho de 2014

Eu fui!! Há mais de uma semana é certo.


O Rock in Rio Lisboa fez 10 anos e EU FUI!
Em 10 anos de RIR Lisboa eu fui a 4. Não fui no primeiro ano, 2004, porque os bilhetes que arranjei não eram do dia que queria ir e então vendi-os. Sempre o meu irmão ganhou com isso. É ele que me arranja os bilhetes de borla porque trabalha num dos patrocinadores oficiais e assim permite-me disfrutar ao vivo e a cores de alguns dos meus cantores preferidos e ainda por cima sem gastar dinheiro ;)
Em 2006 fui no dia de Anastacia e Sting. Em 2008 no dia da saudosa Amy Winehouse e Lenny Kravitz. Em 2010 fui no dia de John Mayer e Shakira. Em 2012 não fui mas queria ter ido ver Bryan Adams. O mano decidiu ir pela primeira vez :( Este ano voltei a ir e fui no dia de Jessie J e Justin Timberlake :D
Nos primeiros anos de RIR limitava-me a ir só aos concertos (não estava ainda muito habituada a este tipo de coisas loool) mas com o passar dos anos comecei a desfrutar de todo o recinto. Eu é andar na roda (este ano não deu mesmo. A fila não tinha fim ou então eu não cheguei a descobrir onde é que ela acabava). Eu é meter-me nas filas que não andam para ver se ganho algo brinde. Mas este ano vim mesmo de mãos a abanar. Só trouxe um pin da Watx and Colors.
Mas o que realmente interessa são as emoções e lembranças que se trazem daquele dia e que me enchem o coração.
O look escolhido foi o mais confortável possível. Já sabia o que me esperava. Horas de pé. Quando não estava de pé, usava o bocado de terra mais próximo como banco e não reclamava. Por isso a ideia de ir toda piriri com os shorts de ganga curtinhos, uns botins de verão e um blusao de cabedal foi só ideia e nada mais. O blusão de cabedal ainda consegui inserir no look mas o resto resumiu-se a umas simples e usadas (para não chamar velhas... Pronto chamei.) calças de ganga, uma t-shirt básica e uns ténis escuuuuuuros (já sabia que ia ser pisada não sei quantas vezes). Levei também um lenço que inicialmente não tinha onde pôr e como estava calor, tanto ele como o casaco estorvaram-me um bocadinho. Mas iam ser bem úteis quando caísse a noite. E não é que foram mesmo. O meu pescoçinho agradeceu bastante esta cabecinha ter-se lembrado de levar um lençinho bem grande e não ter resistido a deixá-lo na mala do carro quando o calor apertava.
A maquilhagem foi bem simples. Um blush para dar uma cor, rímel e muuuuuuuuito batom hidratante. Com o frio à noite os meus lábios só pediam hidratação. Com o pó que se sentia no ar e na nossa roupa, rosto e cabelo, ainda bem que opei por ir assim simplezinha, em tudo.
A mala foi e é sempre um problema porque quero levar tudo, no caso de precisar, mas nestas coisas não dá mesmo. Levar o mínimo numa mala mínima. A escolha caiu sobre uma malinha a tiracol pequena, onde só cabia a minha carteira(quase do tamanho da própria mala), o Iphone (imprescindível no momento de captar fotos e vídeos), chaves de casa e óculos de sol. Levei ainda uma mochila com todo um farnel para dois... águas, sumos, sandes e bolachas. Kit de sobrevivência a partir do momento em que nos pomos no meio da multidão até à uma e tal da manhã.
Agora é esperar por 2016 para mais uma experiência emocionante com toda a certeza.
As fotos ficam para mais tarde recordar.
Jessie J fiquei a adorar-te. Ganhaste uma fã. Justin és lindo, danças bem cantas ainda melhor e obrigada por me fazeres feliz naquela noite e teres ido ao pé de mim :D
 
 

 

 
 
 
 
 
 
video
 
video
 

 
video
 
video
 
video
 














 
 
                        

 
                                                
 

 
 
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário